Ora pois , pois!

Texto:
A.C.Cravo

       Noutro dia usei a frase em espanhol "La vien un tarado pelado com su saco en las manos corriendo atraz de la buseta", colocando-a no Fórum do Pesca com mosca para brincar com os companheiros, fazendo referência à Patagônia e a opinião que alguns têm ao considerar que a língua espanhola é muito semelhante à portuguesa, não havendo maiores dificuldades em entendê-la. Acho que a tradução surpreendeu à maioria: Lá vem um tonto careca com seu paletó nas mãos correndo atrás do microônibus.

 
Preparando

       É como disse, a maioria ficou surpresa ao observar que tinha errado feio. Alguns até acharam que eu tinha baixado o nível. Pior ainda foi quando adquiri uma enciclopédia de pesca traduzida em Portugal e comecei a ver que sem as figuras muitas vezes eu não entendia do que se tratava. Resolvi na ocasião fazer uma pesquisa e para isso nada melhor que ir até lá, munido do dicionário Schifaizfavoire, de Mário Prata, que me facilitaria entender os meus "irmãos" de língua.

 

       Liguei para o Aquira, velho amigo português, filho de um representante da Sony em Portugal, com uma lisboeta da melhor cepa, que conheci pescando debaixo da ponte Rio-Niterói, quando ele visitava o Rio de Janeiro.
 
       Quando atenderam, perguntei como ele costuma fazer: TALÁ ? E uma voz inconfundível respondeu: TOSSIM ! Bastou perguntar como vai, para ele, reconhecendo a voz, exclamar: Fala Carioca !
 
       Expliquei-lhe que queria pescar em Portugal e gostaria que ele me acompanhasse e orientasse. Não foi difícil convencê-lo e logo estávamos tratando do material necessário para a pesca do ACHIGÃ.
 
       Cravo, como tu sabes o importante são os ISCOS. CARRETOS e CANAS, tu tens de boa qualidade e são os mesmos usados no Brasil ou em qualquer lugar que se os utilizem. Nesta ocasião as AMOSTRAS que estão dando mais resultado são as AMOSTRAS DE VINIL, pois os mesmos não estão a subir nas BEIJOQUEIRAS ou nos STICK BAITS que tanto gostas. Papai quer levar-te a pescar em praias e pediu para trazeres uma SEBENTA das tuas palestras, alguns PATERNOSTER e um pouco de ESTRALHOS, não esqueças de tomar a PICA de vacina (no braço) que sem ela tu não poderás desembarcar ou terás que enfrentar uma BICHA muito grande.
 
       Assustado e cheio de dúvidas disse que iria na próxima semana, ao que ele indagou: Então vens daqui a 8 dias? Confirmei pensando: São sete ou oito? Enquanto ouvia: CRAVO, por favoire me tragas também um AGRAFADOR completo, algumas BOCETAS de maruseigo 12 e 14 para pegarmos uns JOAQUINZINHOS, algumas PASTILHAS ELÁSTICAS e alguns DUREX, que as daí são muito boas. Não esqueças, não desembarque parecendo um SALOIO se não logo, logo aparece um ALDRABÃO tentando ajudar-te, o que não é boa coisa. Os ALMEIDAS também tem costume de carregar tudo que estiver no chão.

 

       Desliguei e liguei para a TAP, indagando: Há vôo na próxima semana para Lisboa?
 
       Responderam: ABSOLUTAMENTE. Desliguei chateado sem saber que em Portugal, ABSOLUTAMENTE é uma afirmação positiva.
 
       Liguei novamente e consegui a passagem. Fui então, como me ensinaram depois, ARRANJAR o meu equipamento.

Indo
 
Lisboa vista do alto

       No avião, considerado território português, minha passagem era para a COXIA e logo após a decolagem a HOSPEDEIRA começou a servir AGUA LISA E BICAS, acompanhadas de CARCAÇAS e PREGOS, enquanto assistíamos EM DIFERIDO, à fitas do BUCHA e do ESTICA.
 
       No almoço foi servido um BITOQUE de PUNHETAS DE BACALHAU e GAMBAS com ESPARRAGADO, tomei dois FINOS e dormi pensando: Que loucura !

 

       Acordei com o barulho de um AUTOCLISMO emperrado e levantei as PEUGAS, enquanto as Hospedeiras serviam um lanche de CACETES em fatias com molhos variados. Tomei mais um fino e dormi novamente sonhando que PASSEAVA O CÃO e tinha inúmeros ataques dos Achigãs.
 
       No jantar, TAPAS E SOPA DE GRELOS antecederam a bandeja de SAPATEIRAS (já limpas) acompanhadas de TIGRES fritos na manteiga. Pedi uísque. Queria dormir (ou acordar) se aquilo fosse um sonho.

 

       Desembarcamos ouvindo a voz do comandante: As senhoras e senhores passageiros que não tomaram a pica de vacina antes do vôo, queiram permanecer em seus lugares. Como em todas as viagens e talvez devido a HORA DE PONTA, meus amigos ainda não haviam chegado. Tomando cuidado com os Aldrabões e Almeidas, fui a um ARDINA e fiquei olhando as capas das revistas.
 
       Aquira e seu pai chegaram pedindo desculpas pelo atraso. Entreguei-lhes as encomendas e também, pedindo desculpas, peguei o primeiro avião para a China. Porque, pelo jeito, essa pescaria seria um FALHANÇO.

VINDO
 

       Nota: Os três primeiras E-mails enviados para o mim traduzindo ESTRALHOS e ALMEIDAS, dizendo como seria essa pescaria, serão premiadas com uma boceta.

 

       GLOSSÁRIO, na ordem em que aparecem no texto:
 
TALÁ ? e TOSSIM ! correspondem ao nosso alô.
 
ACHIGÃ Black Bass.
 
ISCOS Iscas.
 
CARRETOS E CANAS Molinetes ou carretilhas e varas.
 
AMOSTRAS Iscas artificiais de diversos tipos.
 
AMOSTRAS DE VINIL Minhocas plásticas.
 
BEIJOQUEIRAS Poppers.
 
STICK BAITS Zaras.
 
SEBENTA Apostila.
 
PATERNOSTER Chicote para pesca de fundo.
 
PICA Injeção.
 
BICHA - Fila.
 
AGRAFADOR COMPLETO Grampeador com grampos.
 
BOCETA Caixinha.
 
JOAQUINZINHO Carapau pequeno.
 
PASTILHA ELÁSTICA Chicletes.
 
DUREX Camisinha.
 
SALOIO Caipira.
 
ALDRABÃO Vigarista.
 
ARRANJAR Arrumar.
 
COXIA Cadeira do corredor.
 
HOSPEDEIRA Aeromoça.
 
AGUA LISA - Água sem gás.
 
BICAS - Cafezinho.
 
CARCAÇAS Pãozinhos.
 
PREGOS Sanduíche de carne, churrasquinho.
 
EM DEFERIDO Não ao vivo, videoteipe.
 
BUCHA E ESTICA O gordo e o magro.
 
BITOQUE Prato feito.
 
PUNHETAS DE BACALHAU Bacalhau cru desfiado à mão.
 
GAMBAS Camarão médio.
 
ESPARRAGADO Legumes picados e cozidos, acompanham os pratos.
 
FINO Copo de chope (pequeno).
 
AUTOCLISMO Válvula de descarga.
 
PEUGAS Meias de cano curto.
 
CACETES Bisnaga de pão, baguete.
 
PASSEAVA O CÃO Trabalhava a zara.
 
TAPAS Canapés, entradas, serviço antes das refeições.
 
GRELOS Verdura usada em sopas.
 
SAPATEIRAS Caranguejos.
 
TIGRES Camarões grandes.
 
HORA DE PONTA Hora do rush.
 
ARDINA Jornaleiro.